Estamos casaNDO – cerimônias do casamento

Finalmente resolvi postar acerca da divisão das cerimônias do meu casamento..

Nosso casamento civil foi realizado no último dia 24 no Cartório, o religioso foi no último dia 7 na Igreja de Pacoti e a nossa festa será feita no dia 29 de setembro! Sei que isso causa dúvidas, portanto acho melhor explicar aqui.

O normal é que, pelo menos o religioso, aconteça no mesmo dia da festa! No entanto, por mais que houvessem algumas igrejas que pudêssemos encaixar na mesma data da festa, sempre tive interesse em fazer a cerimônia no Buffet, de forma mais cômoda e pessoal! Sei o quanto é complicado, cansativo e dispendioso para os convidados se deslocarem para dois ambientes, e a igreja com a qual eu me identificava, em Fortaleza, não estava disponível! Também queria fazer algo mais personalizado, mais a nossa cara, com o que nos propomos!

A Igreja Católica Apostólica Romana não permite que seus padres o façam, então resolvemos que faríamos uma cerimônia simples na Igreja, para ter também a sua benção, mas realizaríamos em um dia diferente, apenas para familiares e padrinhos, íntima, deixando aberta a todos apenas a cerimônia do Buffet, em que renovaremos a benção de Deus ao nosso matrimônio a partir do nosso modo de ver o matrimônio, da forma como escolhemos!

Portanto, não estamos plenamente casados ainda, guardamos o último passo para o dia 29. Junto de todos os nossos amigos, selaremos nosso casamento com as suas bençãos e a de Deus, da forma como sonhamos! Estamos casando, seguindo os passos para o grande final, no dia 29!

Interessante pensar que, em toda a minha vida, sempre comemorei as datas mais importantes de forma fracionada, sempre gostei de comemorar várias vezes, e o Daniel passou a compartilhar disto também. Mesmo não tendo sido esta a intenção inicial, as coisas se encaminharam de forma que pudêssemos ter momentos distintos, mais sentimentos, mais surpresas, mais alegrias.. Até consegui me sentir mais segura e menos ansiosa pro grande dia! Casamos na Igreja que queríamos, marcando a Serra mais uma vez como símbolo da nossa união e, ainda assim, teremos o tipo de cerimônia que desejamos junto a todos os nossos convidados!

Mesmo tendo tido receio no início, adorei isso! Mais uma vez comprovo que a vontade maior foi cumprida, mesmo que eu não tenha entendido no começo..

OBS – Casamento Civil: Mesmo sendo rápido e um tanto impessoal, é muito bacana dizer o primeiro “SIM” e já ouvir as primeiras brincadeiras; ler a confirmação do início de uma nova fase; ver o rosto emocionado de todos; deixar passar um pouco da ansiedade..

Muito bom ter a presença dos nossos amigos (Rafa, Sâmia e Érica B.) e da nossa família nesse primeiro momento, primeira comemoração!

OBS – Casamento religioso: Embora tenha dito acima que a cerimônia religiosa seria íntima, tive surpresas memoráveis neste dia, que se tornou ainda mais importante! Jamais imaginei o quanto seria lindo, mas fui surpreendida!

Quando começamos a pensar no casamento, queríamos casar na Serra de Guaramiranga, pois temos memórias marcantes e muito especiais de lá. No entanto, diante de diversos revezes, não foi possível. Após algum tempo, a partir da decisão de casar na Igreja apenas em cerimônia íntima, me veio de pronto a ideia de casar lá, e tinha a data perfeita na Igreja que queria! Essa foi uma grande surpresa!

No entanto, foram várias as surpresas e saiu tudo melhor do que esperava: tive a imensa ajuda das mulheres da minha família, da tia Valderiza e do Seu Jânio ao montar meu buquê; da minha cucunhada Rose ao me ajudar no meu cabelo e maquiagem; do meu cunhado Leonardo e meu padrinho Wladimir ao fotografarem tudo; do meu padrinho Wladimir e da tia Valderiza ao fazerem o jantar; dos nossos pais em todos os detalhes (minha mãe até fez o cerimonial); de alguns de nossos familiares e padrinhos que puderam ir mesmo sendo distante; das minhas primas Amanda, Maria e Bruna ao entrar com as alianças; e dos dois cantores (O coroinha, que cantou música de entrada para o noivo, os padrinhos, e as músicas da celebração, muito bem; e a minha prima Amanda, que, muitíssimo afinada e treinada, cantou Ave Maria na minha entrada de forma muito linda e emocionante!)! Mesmo simples, ficou tudo muito bonito, gostoso e emocionante! Ainda alugamos um casa e passamos o fim de semana inteiro lá com alguns familiares, curtindo, brincando, comendo e passeando.. (por isso, inclusive, suspendi os posts!)

 

PERFEITO!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s